Alfândega e fiscalidade:

grupos locais e o pagamento da dízima (1700 – 1750)

  • Valter Lenine Fernandes SME/SP USP

Resumo

O objetivo deste artigo é abordar como estava constituído o cenário do Rio de Janeiro na primeira metade do século XVIII e as inflexões na economia da região a partir da descoberta das minas. Na mesma época, a imposição da cobrança da dízima da Alfândega sobre todas as mercadorias que entravam no porto, inclusive as do Reino e das Ilhas, causou uma série de descontentamentos, não só entre os homens de negócio que operavam na América com o comércio colonial, mas também entre os senhores de engenho, que se viram obrigados a passar a pagar esse novo tributo das mercadorias oriundas de regiões que antes se encontravam isentas.

Publicado
2018-06-30
Como Citar
FERNANDES, Valter Lenine. Alfândega e fiscalidade:. Faces da Historia, [S.l.], v. 5, n. 1, p. 144-161, jun. 2018. ISSN 2358-3878. Disponível em: <http://seer.assis.unesp.br/index.php/facesdahistoria/article/view/919>. Acesso em: 17 out. 2018.