Uma análise da velhice sob a ótica da Psicanálise em “Memória de minhas putas tristes”

Baldin Talita, Paulo Eduardo Viana Vidal

Resumo


O artigo visa tecer algumas considerações acerca da velhice a partir da ótica da psicanálise, utilizando como meio de ilustração fragmentos da obra Memória de minhas putas tristes, de Gabriel Garcia Márquez (2005). O objetivo é desenvolver uma análise da velhice e do velho, conforme nos conta o personagem da obra analisada. Consideramos que abordar a temática da velhice em articulação com tal obra literária é uma maneira de ilustrar algumas das relações vivenciadas pelos velhos na sociedade. Muitas vezes, trata-se de uma posição desinvestida, similar a uma “morte civil”. Por fim, à luz da Psicanálise, nos preocupamos com espaços de escuta e de diálogo, principalmente nos ambientes familiares, de modo que os velhos tenham condições de atualizarem a si mesmos enquanto sujeitos de desejos e interesses. Com isso, favorecemos seus sentimentos de pertencimento e criação de um lugar de referência, que demarque um espaço em que eles sejam capazes de se ver por se sentirem é capaz de se ver por se sentir objeto de desejo também do outro.


Texto completo:

PDF

Referências


BEE, H. O ciclo vital. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

BRASIL. Estatuto do Idoso. Lei nº 10.741, de 01 de outubro de 2003. 2004. Disponível em: http://www.amperj.org.br/store/legislacao/codigos/idoso_L10741.pdf Acesso em: 24 jan. 2014.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Em 2012, a esperança de vida ao nascer era de 74,6 anos. 2013. Disponível em: http://cod.ibge.gov.br/1LZKN Acesso em: 24 jan. 2017.

BREUER, J.; FREUD, S. Estudos sobre a histeria. In: ______. Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. v. 2. Rio de Janeiro: Imago, 1895/1990.

FREUD, S. A sexualidade na etiologia da neurose. In: Edição Standard Brasileira das Obras Completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1898/1976.

______. A História do Movimento Psicanalítico. In: Edição Standard Brasileira das Obras Completas de Sigmund Freud. v. XIV, 1914.

______. Introducción del Narcisismo. In: Edição Standard Brasileira das Obras Completas de Sigmund Freud. v. XIV. 2. ed. Buenos Aires: Amorrortu, 1914/2003, p. 71-98.

______. O inconsciente. In: Edição Standard Brasileira das Obras Completas de Sigmund Freud. v. XIV. Rio de Janeiro: Imago, 1915/1974.

______. Análise terminável e interminável. In: Edição Standard Brasileira das Obras Completas de Sigmund Freud, vol. XXIII. Rio de Janeiro: Imago, 1937/1975.

LACAN, J. O Seminário, Livro 11. Os quatro conceitos fundamentais da Psicanálise. 4.ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1964/1990.

______. O estádio do espelho como formador da função do eu. In: ______. Escritos. Tradução V. Ribeiro. Rio de Janeiro: Zahar, 1966/1998.

MÁRQUEZ, G. G. Memória de minhas putas tristes. 9. Ed. Rio de Janeiro: Record, 2005.

MESSY, J. A pessoa idosa não existe. São Paulo: Aleph, 1993.

MUCIDA, A. O sujeito não envelhece. Psicanálise e velhice. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Esta é uma revista criada, editada e gerenciada por discentes de graduação e pós-graduação em Psicologia. Para qualquer dúvida, esclarecimento ou crítica, envie e-mail para revistaparresia@hotmail.com