MÁRIO DE SÁ-CARNEIRO, O HOMEM DOS SONHOS MELANCÓLICOS

  • Marcelo Pacheco Soares

Resumo

O objetivo deste artigo é realizar uma leitura do conto “O homem dos sonhos”, publicado na década de 1910 por Mário de Sá-Carneiro, um dos mais importantes escritores do movimento modernista português. Para tanto, foca-se no tema da melancolia, tão presente em sua obra e em sua vida. No entanto, ao invés de adotar como base teórica as pesquisas de Freud, que têm sido tão caras à crítica sá-carneiriana, optamos pelos estudos filosóficos acerca do tópico, especialmente os realizados no período renascentista, quando mais bem se desenvolveu o conceito de melancolia que influenciou propostas estético-literárias na Modernidade.

Publicado
2018-09-12
Como Citar
PACHECO SOARES, Marcelo. MÁRIO DE SÁ-CARNEIRO, O HOMEM DOS SONHOS MELANCÓLICOS. Miscelânea: Revista de Literatura e Vida Social, [S.l.], v. 23, p. 169-189, set. 2018. ISSN 1984-2899. Disponível em: <http://seer.assis.unesp.br/index.php/miscelanea/article/view/1165>. Acesso em: 20 set. 2018.
Seção
ARTIGOS ORIGINAIS/ORIGINAL ARTICLES