ENTRE TEMAS E FORMAS, O FANTÁSTICO NA NARRATIVA JUVENIL BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA

  • Katia Caroline de Matia Costa Universidade Estadual de Maringá
  • Alice Áurea Penteado Martha
Palavras-chave: Fantástico; Narrativa juvenil; Temas e formas.

Resumo

A criação literária brasileira voltada à juventude é um fenômeno que remonta à segunda metade do século XX, e o fantástico passa a se destacar nas produções literárias juvenis a partir desse período, mantendo-se fortemente nas produções contemporâneas. No entanto, é recente o olhar da crítica sobre a ocorrência do fantástico na produção literária para jovens leitores. Neste texto, apresentamos os resultados de uma análise sistematizada do que constitui esse tipo de produção em vista da determinação do público ao qual se volta. Destacamos como o fantástico se manifesta na estrutura de cinco narrativas juvenis contemporâneas, representantes de três tendências ou linhas temáticas - linha histórica e social, linha intimista e psicológica e a linha de terror e mistério -, considerando especialmente traços formais que configuram a sua presença na estrutura dos textos.

Biografia do Autor

Katia Caroline de Matia Costa, Universidade Estadual de Maringá

Doutora em Letras pela Universidade Estadual de Maringá, Maringá, PR, Brasil.

Alice Áurea Penteado Martha

Doutora em Letras pela Universidade Estadual Paulista (UNESP-Assis), professora do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Estadual de Maringá.

Publicado
2020-01-16
Seção
ARTIGOS ORIGINAIS/ORIGINAL ARTICLES