CONTAR HISTÓRIAS

A INFINITA VIAGEM NOS ROMANCES DE MIA COUTO

  • Daniela de Brito

Resumo

Nos romances A varanda do frangipani, Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra e O outro pé da sereia, de Mia Couto, são observados diferentes tipos de viagem, como os deslocamentos realizados por meio dos sonhos, das lembranças e da morte, e o aspecto que perpassa esses outros tipos de viagem, o contar histórias, uma forma de viajar enfatizada e que se configura como possibilidade de deslocamento por meio do imaginário. A proposta deste artigo é examinar a trajetória das personagens que realizam viagens, principalmente quando narram suas histórias, mas também quando ouvem os relatos alheios.

Publicado
2017-08-02
Como Citar
DE BRITO, Daniela. CONTAR HISTÓRIAS. Miscelânea: Revista de Literatura e Vida Social, [S.l.], v. 21, p. 179-192, ago. 2017. ISSN 1984-2899. Disponível em: <http://seer.assis.unesp.br/index.php/miscelanea/article/view/19>. Acesso em: 18 dez. 2017.
Seção
ARTIGOS ORIGINAIS/ORIGINAL ARTICLES