RELAÇÕES ENTRE ORALIDADE E ESCRITA NA COMUNICAÇÃO

SANKOFA, UM PROVÉRBIO AFRICANO

  • Florence Marie Dravet
  • Alan Santos de Oliveira

Resumo

Este artigo problematiza a comunicação enquanto fenômeno de oralidade e escrita cuja relação circular constitui uma força dinâmica. Partimos de um símbolo dos povos akan (grupo étnico da Costa do Marfim e de Gana), denominado sankofa, que significa “nunca é tarde para voltar e apanhar o que ficou para trás”. Buscamos nele identificar a complexidade do símbolo, seu enraizamento numa cultura da oralidade e a gestualidade de ancestralidade africana, assim como a força do traço escrito, revendo vários conceitos sobre as formas de comunicação ditas “primitivas”.

Publicado
2017-08-02
Como Citar
DRAVET, Florence Marie; DE OLIVEIRA, Alan Santos. RELAÇÕES ENTRE ORALIDADE E ESCRITA NA COMUNICAÇÃO. Miscelânea: Revista de Literatura e Vida Social, [S.l.], v. 21, p. 11-30, ago. 2017. ISSN 1984-2899. Disponível em: <http://seer.assis.unesp.br/index.php/miscelanea/article/view/8>. Acesso em: 18 dez. 2017.
Seção
ARTIGOS ORIGINAIS/ORIGINAL ARTICLES