Poder, moral e dinheiro

A CPI da Última Hora na imprensa e nas memórias

Autores

Palavras-chave:

CPI, Poder; Imprensa;

Resumo

Este artigo pretende problematizar a Comissão Parlamentar de Inquérito da Última Hora como um momento de crise da República. A investigação feita no Congresso Nacional acerca do financiamento do Última Hora, jornal aliado de Getúlio Vargas e dirigido por Samuel Wainer, com dinheiro de bancos públicos, teve grandes repercussões no noticiário de 1953 e envolveu três tópicos principais: poder, dinheiro e moralidade. Desse modo, este trabalho analisará como estes três pontos supracitados se articulam para criar um tensionamento de forças em torno da CPI. Será utilizado neste trabalho o jornal Tribuna da Imprensa, periódico fundado por Carlos Lacerda, um dos principais inimigos de Wainer e Vargas; caricaturas desenhadas por Hilde Weber e uma breve análise sobre a CPI nas autobiografias de Carlos Lacerda e Samuel Wainer. Como metodologia, utilizaremos os procedimentos de pesquisa em periódicos propostos por Tânia Regina de Luca (Luca, 2010) e a metodologia de interpretação de imagens descrita na obra de Vinícius Liebel (Liebel, 2017).

Referências

ABREU, Alzira Alves; LATTMAN-WELTMAN, Fernando. Fechando o cerco: a imprensa e a crise de agosto de 1954. In: GOMES, Ângela de Castro (Org.). Vargas e a crise dos anos 50. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1994.
BENEVIDES, Maria Victoria de Mesquita. A UDN e o udenismo: ambiguidades do liberalismo brasileiro. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981
BARBOSA, Marialva. História cultural da imprensa. Rio de Janeiro: Mauad X, 2007.
CAPELATO, Maria Helena Rolim. A imprensa na história do Brasil. São Paulo: Contexto, 1988.
CARVALHO, Aloysio Castelo de. O caso da Última Hora e o cerco da imprensa ao Governo Vargas. Rio de Janeiro: Editora Nitpress, Editora da UFF, 2012
CERTEAU, Michel de. História e psicanálise: entre ciência e ficção. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2023.
COSTA, Luís Ricardo Araujo da. Bota o retrato do velho Getúlio outra vez: a campanha presidencial de 1950 na imprensa do Rio de Janeiro. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.
DELGADO, Márcio de Paiva. Lacerdismo: a mídia como veículo de oposição na experiência democrática (1946-1964). Locus: Revista de História, v. 12, n. 2, 2006a.
DELGADO, Márcio de Paiva. O golpismo democrático: Carlos Lacerda e o jornal Tribuna da Imprensa na quebra da legalidade (1949-1964). 2006b. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Juiz de Fora.
FERREIRA, Jorge Ferreira. Crises da República: 1954, 1955 e 1961. In: FERREIRA, Jorge; DELGADO, Lucília de Almeida Neves. Brasil Republicano vol. 3: o tempo da experiência democrática. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira: 2003.
FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. 3. ed. São Paulo: Edições Loyola, 1996.
GOMES, Angela de Castro. Escrita de si, escrita da História: a título de prólogo. In: GOMES, Angela de Castro Gomes (org.). Escrita de si, escrita da História. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2004.
GIRARDET, Raoul. Mitos e mitologias políticas. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.
GUIMARÃES, Manoel Luiz Salgado. Expondo a história: imagens construindo o passado. In: GUIMARÃES, Manoel Luiz Salgado; RAMOS; Francisco Régis Lopes (orgs.). Futuro do Pretérito: Escrita da História e História do Museu. Fortaleza: Instituto Frei Tito Alencar Lima; Expressão Gráfica Editora, 2010.
LACERDA, Carlos. Depoimento. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1978.
LAURENZA, Ana Maria de Abreu Laurenza. Lacerda X Wainer: o Corvo e o Bessarabiano. São Paulo: Editora SENAC: 1998.
LAURENZA, Ana Maria de Abreu. Batalhas em letra de forma: Chatô, Wainer e Lacerda. In: MARTINS, Ana Luiza; LUCA, Tânia Regina de (Org.). História da imprensa no Brasil. São Paulo: Contexto, 2008.
LIEBEL, Vinícius. A análise de charges segundo o método documentário. In: WELLER, Wivian; PFAFF, Nicolle. (Org.). Metodologias da Pesquisa Qualitativa em Educação - Teoria e Prática. Petrópolis: Vozes, 2010.
LOWENTHAL, David. Como conhecemos o passado. Projeto História, São Paulo, v. 17, p. 63-201, 1998.
MELO, José Marques de. Jornalismo opinativo: gêneros opinativos no jornalismo brasileiro. Campos do Jordão: Mantiqueira, 2003.
MONTEIRO, Karla. Samuel Wainer: O homem que estava lá. São Paulo: Companhia das Letras, 2020.
MORAIS, Fernando. Chatô: o Rei do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.
MOTTA, Rodrigo Patto Sá. Jango e o golpe de 1964 na caricatura. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2006.
SKIDMORE, Thomas E. Brasil: de Getúlio a Catello (1930-64). São Paulo: Companhia das Letras, 2010.
SILVA, Hélio. 1954: um tiro no coração. Porto Alegre: L&PM, 2007.
WAINER, Samuel. Minha razão de viver. 15° edição. Rio de Janeiro: Record, 1993.

Downloads

Publicado

2023-12-18

Como Citar

DE FREITAS ROSALINO, Antonio Robson; LOPES BRAGA, Raiomara. Poder, moral e dinheiro: A CPI da Última Hora na imprensa e nas memórias. Faces da História, [S. l.], v. 10, n. 2, p. 132–150, 2023. Disponível em: https://seer.assis.unesp.br/index.php/facesdahistoria/article/view/2596. Acesso em: 22 abr. 2024.