Chamada de artigos - Dossiê “História Cultural do Humor”

2020-06-01

Imagem_Divulgação1.jpg

Pierrô, Arlequim e Colombina. Di Cavalcanti. Óleo sobre tela. 78 X 65 cm. 1922.

A Faces da História informa que estão abertas as submissões de artigos e resenhas para o dossiê História Cultural do Humor, organizado por Camila Rodrigues (Doutora em História Social – USP) e João Paulo Capelotti (Doutor em Direito – UFPR). Os textos devem ser submetidos até o dia 08 de agosto de 2020.

Dentre as tendências da historiografia contemporânea a História cultural se destaca como uma das mais significativas possibilidades crítica de trabalho, e se essa vertente busca reconstruir espaços de ruptura destacando manifestações pontuais e fragmentadas, nesse cenário o campo do humor surge como zona privilegiada, pois a narrativa cômica propõe cortes no fluxo da História. Recentemente, as traduções de Por uma História Cultural do humor (2000), organizado por Jan Bremmer e Herman Roodenburg, e História do Riso e do Escárnio, de Georges Minois (2003), apresentaram  aos pesquisadores brasileiros um panorama dos estudos históricos na área desde a Antiguidade, considerando como humor qualquer mensagem que objetive provocar o riso ou um sorriso e pode tratar criticamente diversos assuntos da vida. Em 2014 foi publicado nos EUA The Encyclopedia of Humor Studies, um largo compêndio de estudos sobre humor, organizado por Salvatore Attardo que aponta para o ascendente prestigio mundial do tema. No Brasil, o crescimento ainda é lento, apesar do  trabalho pioneiro de Elias Thomé Saliba – Raízes do riso (2002) –, e da existência de grupos de pesquisa e seminários sobre comicidade, destacando que este é um campo repleto de possibilidades.  A narrativa cômica, como espaço de crítica e da divergência, sempre foi manifestação cultural importantíssima e a proposta deste dossiê é convidar os autores a refletir sobre as possibilidades e limitações do humor na História Cultural. Sugerimos artigos abordando:  os diversos gêneros humorísticos (humor gráfico, narrativas, sonoro, etc) ; o humor político; o humor e o campo do direito (em especial os processos judiciais que não raro têm como réus os humoristas, também vítimas da censura nos períodos de governos autoritários, como foi o caso de Apparício Torelly, o Barão de Itararé); o humor de gênero e sexualidade; o humor performático no circo e os palhaços; humor nos quadrinhos; humor na literatura, cinema, artes em geral; a cada vez mais disseminada stand-up comedy; humor na internet, na TV e no rádio; humor infantil; humor na educação.

 

Artigos e resenhas deverão ser submetidos exclusivamente pelo site da Faces da História. Para ter acesso às nossas normas de publicação e às diretrizes para autores, clique aqui.

 

Livros citados

ATTARDO, Salvatore (org). Encyclopedia of humor studies. New York: SAGE Publications, 2014.

BREMMER, Jan; ROODENBURG (org). Humor e História. In: Uma história Cultural do Humor. Trad. Cynthia Azevedo; Paulo Soares. Rio de Janeiro: Record, 2000, p. 13-25.

MINOIS, Georges. História do riso e do escárnio. Trad. Maria Helena O. Ortiz Assumpção. São Paulo: Editora Unesp, 2003.

SALIBA, Elias Thomé. Raízes do riso: a representação humorística na história brasileira da Belle Époque aos primeiros tempos do rádio. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.