Dossiê: Arte e literatura na Amazônia Global

2018-06-22

Dossiê: Arte e literatura na Amazônia Global

Data limite para envio: 31 de julho de 2018

A proposta deste dossiê é reunir estudos acerca da arte e da literatura na Amazônia brasileira e nas fronteiras da América do Sul, Atlântico e Caribe, aproximando pesquisadores interessados em problematizar os processos de criação, circulação, apropriação e consumo da arte e da literatura, assim como refletir sobre sua condição de fonte histórica. Compreendemos a Amazônia Global enquanto espaço de fronteiras, de políticas transnacionais e relações sociais, intelectuais e econômicas em escala mundial. A arte e a literatura são campos da universalidade e nas conexões internacionais de disputa, por exemplo, o modernismo esteve no epicentro dos debates via vanguardas, manifestos, orientalismo no ocidente, ocidentalismo no oriente, entre outras questões. Dessa maneira, consideramos, além das dimensões estéticas e literárias das obras e de seus autores, a inserção da arte e da literatura no movimento da história da Amazônia Global, atentando para os meios pelos quais se inserem no contexto de sua produção e circulação.

Pretende-se promover uma interlocução entre pesquisadores de diferentes áreas (história, história da arte, sociologia, antropologia, crítica literária, entre outras) que compartilhem das mesmas perspectivas no uso de fontes artísticas e literárias em seus estudos. Assim, rejeitamos o pensamento que, por um lado, interpreta a arte e a literatura como um universo autônomo, estudados por si mesmo e, por outro, considera-as como mero reflexo do seu contexto. Oposto a esta perspectiva é o pensamento de Raymond Williams, que considera a realidade social não apenas refletida nas obras, pois se altera seu conteúdo ao tomar forma artística, isto é, a obra expressa um processo ativo. Dessa maneira, deve-se relacionar o objeto de análise ao seu contexto, entendendo-o como interação social e não determinado por ela. É importante ressaltar que compreendemos a arte e a literatura, nas pegadas de E. P. Thompson, como expressões de cultura, não em sua totalidade harmônica, mas como zona de conflitos, contradições e oposições existentes no universo social. O autor, a obra e o observador adquirem significado quando colocados em seu contexto material e temporal, assim como a obra adquire uma maior significação quando entendida como parte da totalidade histórica (cultural, econômica, social e política). A estética e a tradição são pensadas como elementos constituintes da obra, buscando compreender as relações entre objeto e contexto ou entre história, obra e sociedade.

O tema Amazônia Global guarda relações com o campo historiográfico da dita "Global History" e, nesse sentido, compartilhamos da necessidade da ampliação dos objetos de análise para além das fronteiras nacionais, rompendo com a tradicional ideia de Estado-Nação e fugindo de modelos de análises estritamente eurocêntricos. Assim, interessa-nos trabalhos que ofereçam histórias conectadas e cruzadas em distintas escalas espaciais e temporais que vislumbrem o tema Amazônia Global, real ou imaginário, histórico, artístico ou literário, ou seja, buscam-se novas perspectivas e novas pesquisas que vislumbrem as fronteiras amazônicas a partir da arte e da literatura.

Coordenadores (as):
Professor Heraldo Márcio Galvão Júnior (UNIFESSPA)
Professora Ana Clédina Rodrigues Gomes (UNIFESSPA)
Professor Aldrin Moura de Figueiredo (UFPA)
Professor Arcângelo da Silva Ferreira (UEA)

Para mais informações, acesse: http://seer.assis.unesp.br/index.php/facesdahistoria

Imagem: Aninga. Montrichardia linifera. Peyritsch, J. J.; Schott, H. W. Aroideae Maximilianae, p. 30, t. 21, 1879. Desenho de W. Liepoldt.


Como enviar trabalhos para o dossiê “Arte e literatura na Amazônia Global”?
 
1. Siga as normas para publicação
http://seer.assis.unesp.br/index.php/facesdahistoria/about
 
2. Verifique as condições para submissão
http://seer.assis.unesp.br/index.php/facesdahistoria/about/submissions#authorGuidelines
 
3. Envio dos textos:
 
• Caso já tenha efetuado o cadastro, acesse:
http://seer.assis.unesp.br/index.php/facesdahistoria/login
 
• Para se cadastrar no site da Revista e enviar o texto, acesse:
http://seer.assis.unesp.br/index.php/facesdahistoria/user/register
 
• Assim que fizer o cadastro, clicar no link “Fazer um novo envio” e seguir as indicações do site.
• Escolher a Seção “Artigos para Dossiê”