História Oral, Territorialidades e Identidades Quilombolas

Furquim, Mariana, Minas Gerais

  • Leonam Maxney Carvalho SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS - S.R.E. OURO PRETO

Resumo

Neste texto foram apresentadas algumas análises e discussões sobre questões ligadas à reconstrução das identidades dos quilombolas da Comunidade de Santa Efigênia e adjacências no distrito de Furquim, cidade de Mariana, estado de Minas Gerais na contemporaneidade. Por meio das metodologias da história oral, discutem-se como as histórias de vida destes quilombolas podem exibir aspectos da história e das memórias locais. Ao mesmo tempo, a história oral e seus métodos de tratamento de histórias de vida e memórias servem de base para conhecer sobre a relação sociocultural dos habitantes do quilombo com a terra — identificada como território quilombola —,com a alimentação — extraída do trabalho com a terra e produzida nos limites da casa —, e com os cuidados com a saúde, utilizando elementos naturais produzidos e elaborados pelos próprios quilombolas. Os depoimentos extraídos destas entrevistas são também carregados de muita religiosidade, demonstrando que suas identidades são caracterizadas por representações de sua territorialidade e pelo relacionamento com elementos naturais e espirituais.

Publicado
2019-06-21
Como Citar
CARVALHO, Leonam Maxney. História Oral, Territorialidades e Identidades Quilombolas. Faces da História, [S.l.], v. 6, n. 1, p. 39-61, jun. 2019. ISSN 2358-3878. Disponível em: <http://seer.assis.unesp.br/index.php/facesdahistoria/article/view/1281>. Acesso em: 19 ago. 2019.