Paulo Emílio e as fontes não-fílmicas na formação do cinema brasileiro

  • Rafael Morato Zanatto
Palavras-chave: Paulo Emílio, História do Cinema, História Oral, Cinema brasileiro

Resumo

O presente artigo visa apresentar a contribuição do intelectual brasileiro Paulo Emílio Sales Gomes na formação dos estudos históricos de cinema no país. Parcela significativa da investigação criteriosa conduzida pelo historiador irá se fundamentar no cotejo entre os testemunhos de personagens da história do cinema brasileiro às fontes não-fílmicas disponíveis, como matérias de jornais e revistas, a fim de delimitar até que ponto os depoimentos dos contemporâneos aos velhos filmes podem ser considerados no delineamento de uma narrativa histórica para o cinema brasileiro.

Publicado
2019-06-21
Como Citar
ZANATTO, R. M. Paulo Emílio e as fontes não-fílmicas na formação do cinema brasileiro. Faces da História, v. 6, n. 1, p. 271-284, 21 jun. 2019.