Educação metodista no interior de São Paulo

movimentos e conexões entre o final do século XIX e o início do XX

  • Vítor Queiroz Santos USP
  • Sérgio César Fonseca USP
  • Felipe Ziotti Narita USP/Unesp

Resumo

Este artigo investiga a experiência missionária metodista no Brasil, entre o final do século XIX e início do XX, a partir de relatos de missionários envolvidos com as obras educacionais da igreja. A pesquisa é baseada na análise de documentação da missão (cartas, folhetos, relatórios e jornais) e em sua presença no interior da província/estado de São Paulo, abordando a formação de uma rede internacional que, percorrendo as estruturas de comunicação e circulação da modernidade capitalista (difusão da imprensa, ferrovias, vapor, telégrafo, etc.), acompanhou a expansão das fronteiras de ocupação socioeconômica da região por meio da construção de projetos de educação e moralização na nascente vida urbana. Nesse sentido, para além de uma análise confinada a recortes regionais, a pesquisa mapeia as conexões transnacionais e os processos de circulação que construíram novos horizontes socioculturais nas fronteiras de ocupação do interior.


 

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Educação da USP, Ribeirão Preto - SP.

##submission.authorWithAffiliation##

Professor livre-docente da USP e docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da USP, Ribeirão Preto - SP. Realizou pós-doutorado na UFMG e doutorado na Unesp.

##submission.authorWithAffiliation##

Realizou pós-doutorado na USP e doutorado em história na Unesp. Docente do Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Análise de Políticas Públicas da Unesp (Franca - SP).

Publicado
2019-06-21
Como Citar
SANTOS, Vítor Queiroz; FONSECA, Sérgio César; NARITA, Felipe Ziotti. Educação metodista no interior de São Paulo. Faces da História, [S.l.], v. 6, n. 1, p. 337-363, jun. 2019. ISSN 2358-3878. Disponível em: <http://seer.assis.unesp.br/index.php/facesdahistoria/article/view/1345>. Acesso em: 19 ago. 2019.