O Caso Proconsult não morreu

repercussão na campanha presidencial de Leonel Brizola de 1989

  • Conrado Ferreira Arcoleze Unesp/Assis
Palavras-chave: Caso Proconsult; Leonel Brizola; Jornal do Brasil; O Globo

Resumo

O Caso Proconsult foi uma tentativa de fraude eleitoral nas eleições para governador do Estado do Rio de Janeiro de 1982 visando dar vitória ao candidato do PDS, Wellington Moreira Franco, em prejuízo ao candidato do PDT, Leonel Brizola. O objetivo principal é analisar a veiculação do Caso Proconsult na campanha presidencial de 1989 de Leonel Brizola através dos dois principais jornais cariocas – Jornal do Brasil e O Globo. Buscar-se-á analisar não somente tal episódio sendo retomado ou relembrado especificamente na campanha pelos periódicos, mas as menções e falas de Brizola sobre possível fraude no pleito de 1989, bem como insistentes críticas do pedetista contra as pesquisas de opinião. É possível assinalar que o Caso Proconsult não morreu em 1982 e continuou rendendo discussões. Brizola sempre procurava retomar esse episódio para falar em possível fraude.

Biografia do Autor

Conrado Ferreira Arcoleze, Unesp/Assis

Graduado em Administração pela UEM, Maringá-PR, mestrando do Programa de Pós-Graduação em História da UNESP/Assis, Assis-SP. Bolsista CNPq.

Publicado
2020-06-27
Como Citar
FERREIRA ARCOLEZE, C. O Caso Proconsult não morreu. Faces da História, v. 7, n. 1, p. 400-419, 27 jun. 2020.