O Extremo Norte da América do Sul: A Guiana Inglesa e o Suriname no século XIX

  • Iuri Cavlak
Palavras-chave: história, Guiana, Suriname, política, economia

Resumo

A Guiana Inglesa e o Suriname, embora não sejam países latinos, fazem parte da América do Sul e com ela interagem. No passado, os dois países demonstraram uma formação social sui generis, de rebeliões escravas e formação de comunidades de escravos fugitivos de todo continente. Após a emancipação dos cativos advindos da África, uma onda de emigração de um continente também colonizado, a Ásia, compôs o espectro restante da força de trabalho assalariada, relegando problemas, mas igualmente oportunidades para o futuro. Neste artigo, abordo a intersecção de pontos chaves da história no século XIX, intentando aclarar alguns contextos importantes de nações, algo ignota para a historiografia brasileira.

Biografia do Autor

Iuri Cavlak

Universidade Federal do Amapá – Departamento de Filosofia Letras e Ciências Humanas Colegiado de História – Macapá/Amapá – Brasil

Publicado
2017-08-20
Como Citar
CAVLAK, I. O Extremo Norte da América do Sul: A Guiana Inglesa e o Suriname no século XIX. Faces da História, v. 2, n. 1, p. 96-114, 20 ago. 2017.