O CÔMICO COMO ESTRATÉGIA RETÓRICA NO DEBATE POLÍTICO

  • Jaime Fernando dos Santos Junior UFRGS/doutorando

Resumo

O objetivo do texto é refletir sobre a utilidade do riso na política. Para isso, se começa fazendo uma reflexão a respeito dos motivos e cumplicidades associadas ao cômico e as dificuldades de se fazer rir em nossos dias. A partir daí se retorna aos preceitos contidos em obras retóricas da antiguidade, em autores como Aristóteles, Cícero e Quintiliano, para se pensar o emprego do riso e das emoções em benefício da eloquência. Ao fim, se analisa o príncipe Hamlet, da peça homônima de Shakespeare, procurando compreender como realiza a introdução de um personagem cômico na tragédia e como constrói sua loucura a partir de máximas agudas e sugestões contidas nas obras retóricas que trataram sobre o riso.

Publicado
2018-01-03
Como Citar
SANTOS JUNIOR, Jaime Fernando dos. O CÔMICO COMO ESTRATÉGIA RETÓRICA NO DEBATE POLÍTICO. Faces da Historia, [S.l.], v. 4, n. 2, p. 218-233, jan. 2018. ISSN 2358-3878. Disponível em: <http://seer.assis.unesp.br/index.php/facesdahistoria/article/view/372>. Acesso em: 24 maio 2018.