Zélia Gattai e as publicações Anarquistas graças a Deus (1979) e Città di Roma (2000): uma construção de si

  • Kassiana BRAGA
Palavras-chave: Memória; Construção de si; Autobiografia

Resumo

O presente artigo pretende discutir a construção de si e o memorialismo em duas obras da escritora paulista Zélia Gattai: Anarquistas graças a Deus, publicada em 1979, e Città di Roma, lançada em 2000, procurando perceber as particularidades temáticas e as intenções da autora a partir da tessitura de sua narrativa.

Biografia do Autor

Kassiana BRAGA

Graduada em história pela Faculdade de Ciências e letras – UNESP – Assis e mestra pela mesma Universidade na qual desenvolveu a pesquisa: A Senhora Dona da Memória: Autobiografia e memorialismo em obras de Zélia Gattai, fomentada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPQ).

Publicado
2017-09-06