O Brasil de O Bem-Amado: tradição versus modernidade (1973)

  • Emilla Grizende GARCIA

Resumo

As temáticas abordadas por Dias Gomes na telenovela O Bem-Amado suscitaram representações críticas da sociedade e política brasileira nos anos iniciais da década de 1970. Objetiva-se neste trabalho identificar e compreender as imagens e representações encetadas pela obra, sobretudo, no que diz respeito aos elementos estruturais e à dinâmica da vida política e social brasileira, que representaram a transição da estrutura rural ao pretendido processo modernizador conduzido pelo regime militar. Como o principal eixo de análise, será tomada a representação dos valores que denotam o tradicional e rural em oposição ao moderno e urbano.

##submission.authorBiography##

Emilla Grizende GARCIA

Mestre em História e Sociedade pela Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho, na Faculdade de Ciências e Letras UNESP/ Assis.

Publicado
2017-09-06
Como Citar
GARCIA, Emilla Grizende. O Brasil de O Bem-Amado: tradição versus modernidade (1973). Faces da História, [S.l.], v. 3, n. 2, p. 213-229, set. 2017. ISSN 2358-3878. Disponível em: <http://seer.assis.unesp.br/index.php/facesdahistoria/article/view/391>. Acesso em: 15 set. 2019.