Aspectos históricos da musealização do patrimônio industrial ferroviário brasileiro

  • Alice BEMVENUTI

Resumo

Este artigo abrange aspectos históricos da musealização do patrimônio industrial ferroviário, que culmina com a criação dos museus ferroviários brasileiros; enfatiza a atuação do PRESERVE/PRESERFE e seus desdobramentos, remontados por meio de entrevistas e fontes documentais; apresenta identificação quantitativa das instituições museais ferroviárias brasileiras na atualidade, em especial no Rio Grande do Sul. O presente artigo integra parte do segundo capítulo da pesquisa de mestrado intitulada “Gestão de museu: comunicação e público – estudo sobre o Museu do Trem, São Leopoldo, RS (2009-2012)”.

##submission.authorBiography##

Alice BEMVENUTI

Graduada em Licenciatura em Educação Artística (FEEVALE, 1993). Especialista em Ensino da Arte (UFU, 1998). Mestre em História, Teoria e Crítica de Arte (UFRGS, 2004). Mestre em Museologia (USP, 2016).

Publicado
2017-09-07
Como Citar
BEMVENUTI, Alice. Aspectos históricos da musealização do patrimônio industrial ferroviário brasileiro. Faces da Historia, [S.l.], v. 4, n. 1, p. 123-146, set. 2017. ISSN 2358-3878. Disponível em: <http://seer.assis.unesp.br/index.php/facesdahistoria/article/view/407>. Acesso em: 22 set. 2017.
Seção
Artigos para Dossiê