O comércio colonial lusitano em transformação:

o caso do vinho e algodão em Moçambique (1890-1923)

  • Thiago Henrique Sampaio UNESP/Assis

Resumo

Com as mudanças na política colonial europeia em finais de Oitocentos em relação a África, Portugal precisou adequar suas políticas econômica para impor uma nova dinâmica colonizadora em seus territórios. Com a fraqueza de seu comércio colonial perante as demais nações europeias em África, uma das soluções encontradas foram pautas protecionistas para o desenvolvimento e arranque das suas relações comercias com suas colônias. O presente artigo busca discutir as transformações econômicas portuguesas e analisar o caso do vinho e algodão em Moçambique que serviram como importantes produtos do comércio colonial.

Publicado
2018-06-30
Como Citar
SAMPAIO, Thiago Henrique. O comércio colonial lusitano em transformação:. Faces da Historia, [S.l.], v. 5, n. 1, p. 225-243, jun. 2018. ISSN 2358-3878. Disponível em: <http://seer.assis.unesp.br/index.php/facesdahistoria/article/view/900>. Acesso em: 15 nov. 2018.