Representações da singularidade estética em Goiás a partir de Veiga Valle (1806-1874)

  • Raquel de Souza Machado

Resumo

Este artigo explora o discurso que foi construído acerca da decadência, atraso, isolamento e pobreza de Goiás do século XIX. Parte das indagações sobre as defesas de singularidade histórica e estilística do artista Veiga Valle, investiga as condições de produção de sua obra e faz um estudo comparativo entre suas obras e as de Antônio Francisco Lisboa - o Aleijadinho. O discurso da originalidade da obra de Veiga Valle está relacionado à retórica do isolamento de Goiás mais do que à sua singularidade estética. Este artigo intenciona discutir essa premissa.

##submission.authorBiography##

Raquel de Souza Machado

Raquel de Souza Machado é mestranda em História pelo P.P.G.H/ F.H da Universidade Federal de Goiás. O presente artigo foi feito sob a orientação da professora Dra. Heloísa Selma Fernandes Capel como trabalho final do curso de Especialização em História Cultural: Imaginários, Identidades e Narrativas pela mesma universidade.

Publicado
2017-08-13
Como Citar
MACHADO, Raquel de Souza. Representações da singularidade estética em Goiás a partir de Veiga Valle (1806-1874). Faces da Historia, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 203-223, ago. 2017. ISSN 2358-3878. Disponível em: <http://seer.assis.unesp.br/index.php/facesdahistoria/article/view/99>. Acesso em: 20 out. 2017.