RECEPÇÃO E FORTUNA CRÍTICA DE ESCRITORAS BRASILEIRAS NO ALMANAQUE DE LEMBRANÇAS LUSO-BRASILEIRO

  • Vania Pinheiro Chaves

Resumo

Desde a sua fundação em 1850, o Almanaque de Lembranças assumiu como seus principais objetivos a formação de um amplo público-leitor, a divulgação da obra de escritores canônicos e a orientação de novas vocações literárias. Interessando-se portanto pela produção de escritoras brasileiras, não se eximiu do comentário dos seus textos. Este artigo visa a demonstrar que é numerosa a publicação de escritos de autoria feminina provenientes do Brasil e que, ao contrário, é muito escassa a fortuna crítica dessas escritoras exarada em textos que se enquadram em subgêneros típicos do século XIX, tais como o comentário biobibliográfico e a crítica de belezas (e defeitos).

Publicado
2018-12-20
Como Citar
PINHEIRO CHAVES, Vania. RECEPÇÃO E FORTUNA CRÍTICA DE ESCRITORAS BRASILEIRAS NO ALMANAQUE DE LEMBRANÇAS LUSO-BRASILEIRO. Miscelânea: Revista de Literatura e Vida Social, [S.l.], v. 24, p. 99-126, dez. 2018. ISSN 1984-2899. Disponível em: <http://seer.assis.unesp.br/index.php/miscelanea/article/view/1220>. Acesso em: 18 ago. 2019.
Seção
ARTIGOS ORIGINAIS/ORIGINAL ARTICLES