MATERNIDADE E CASAMENTO EM “A STROKE OF GOOD FORTUNE”, “REVELATION” E “PARKER’S BACK” DE FLANNERY O’CONNOR

  • Débora Baliello Barcala
  • Cleide Antonia Rapucci
Palavras-chave: Flannery O’Connor, Autoria feminina, Personagem feminina, Grotesco feminino

Resumo

Este artigo trata das temáticas da maternidade e do casamento em três contos de Flannery O’Connor: “A Stroke of Good Fortune”, “Revelation” e “Parker’s Back”, a partir da perspectiva feminista e dos estudos sobre o grotesco. O principal objetivo é demonstrar como, apesar de não se declarar feminista, O’Connor conseguiu abordar as questões de gênero de forma não convencional em sua obra, a partir do uso do grotesco. Suas histórias não oferecem resoluções para os conflitos vividos pelas mulheres, não porque são representadas por um olhar misógino, mas porque o grotesco é, em essência, um processo e não uma solução.

Publicado
2019-10-02
Seção
ARTIGOS ORIGINAIS/ORIGINAL ARTICLES