ADOLESCÊNCIA, LITERATURA E CULTURA HIPERMIDIÁTICA

  • José Nicolau Gregorin Filho Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Adolescência, Leitura, Literatura, Cultura Hipermidiática

Resumo

Percebe-se, pela observação de sua trajetória, que a chamada literatura juvenil sempre esteve altamente vinculada a fatores sociais, históricos e culturais, fatores esses também responsáveis por mudanças nas concepções de ensino e nas práticas pedagógicas. Evidente que, no desenvolver dessa discussão, também se faz necessária uma investigação acerca da juventude como fator de identificação social e, nesse sentido, as formas de surgimento do termo “adolescência”. Pretende-se, desse modo, promover um debate sobre a concepção de adolescência e as transformações da literatura para jovens no Brasil e sua relação com momentos políticos e sociais. Neste texto, serão enfatizados estudos sobre tipos de leitor e de leitura, bem como os desafios de formar leitores (tanto professores como alunos) num mundo imerso nos conflitos gerados pelo o uso indiscriminado das novas tecnologias da informação.

Publicado
2020-01-16
Seção
ARTIGOS ORIGINAIS/ORIGINAL ARTICLES